Categoria / Category Mergulho

Mergulhos em Hurghada: Hamda e Turft El Shahed

Photo by Karla Brunet/ErranteEsta é minha primeira vez no Mar Vermelho, e a segunda no Egito. Logo no primeiro dia, fui direto mergulhar, a razão por visitar Hurghada. Meus mergulhos aqui foram com a PDL (Professional Diving Leadership) Divers Club, e o primeiro dia já estava reservado de casa.

Estava curiosa para mergulhar no Mar Vermelho, já havia ouvido ser o melhor lugar de mergulho para quem mora na Europa. O primeiro e interessante fato, não tem ondas, é ainda mais calmo que o mar Mediterrâneo, isto é, nada de enjôos.  Para aqueles (como eu) que se sentem enjoados as vezes, aqui é o lugar perfeito, águas calmas.

Nosso guia dos mergulhos foi Ama, super meticuloso e profissional. Ele fez um ótimo breathing do lugar que iríamos mergulhar, checamos os equipamentos e água,  água salgada.

Os mergulhos foram no Hamda e Turft el Shahed (info abaixo), dois lugares com lindas formações de corais moles e duros. Era como estar num aquário, cheio de peixes coloridos...

Leia Mais... / Read More...

Lista dos lugares de mergulho

Fotor031704612Coloco abaixo uma lista de links aos posts de mergulho livre e autônomo aqui no Errante.

Honduras – Abril 2013

Belize – Abril 2013

Em Los Roques, Venezuela 2012

Na Grande Barreira de Corais, Austrália 2012

Leia Mais... / Read More...

Entrevista com Hannah Pearson

Aqui você pode ver uma rápida entrevista com Hannah Pearson, instrutora de mergulho PADI, que guiou alguns dos mergulhos que fiz com o Utila Dive Center. Hannah fala de seus lugares prediletos de mergulho em Utila e como esta mergulhadora inglesa foi parar em Honduras.

An Interview with Hannah Pearson from Karla Brunet on Vimeo.

Veja, também, outros posts da viagem por Honduras – Abril 2013

Leia Mais... / Read More...

Mergulhos em Utila – 4º dia

14038624354_bb26795086_bEste era meu último dia de mergulho em Utila, fomos mergulhar no Raggedy Cay e Black Bird Point. No primeiro mergulho, vi uma tartaruga nadando ao fundo, a segui pra fazer uma foto. E como os amigos mergulhadores Marisa e Jorge me apelidaram de “o terror das tartarugas”, tinha que fazer jus ao nome e ir atrás dela. Ela ia rápido, então, desci sempre observando meu computador de mergulho. Logo percebo que um rapaz me segue, e no mesmo tempo vejo nossa divemaster (Suzanne Eggerding, Padi Dive Instructor) puxar ele de volta. Faço sinal de ok para ela e sigo, por sorte, a tartaruga não desceu muito, foi a 32m, pude chegar perto e fazer uma foto. Depois, no barco, soube que rapaz era iniciante, por isto não poderia ter me seguido na busca pela tartaruga.

O segundo mergulho foi o que mais gostei, desta vez não pela fauna mas pelo lugar, isto que fiquei um bom tempo observando lulas nadarem e mudarem de cor dependendo de seu ambiente...

Leia Mais... / Read More...

Mergulhos em Utila – 3º dia, Honduras 2013

Photo by Karla Brunet/ErranteNo terceiro dia de mergulho em Utila, mergulhamos no Paraiso e Sting Ray Point. Ambos com lindas formações de corais e uma ótima visibilidade. Neste dia um dos destaques do mergulho foi o encontro uma tartaruga que estava parada como que por um pêndulo e depois nadei por um tempo com ela.

O outro destaque foi uma arraia pintada, estava longe mas consegui me aproximar um pouco nadando com ela. Como é seu habitat, ganhou de mim e logo me deixou pra trás. Já vi diversas vezes raias em mergulho, mas esta foi minha primeira arraia pintada assim de perto. Isto é uma das coisas que me fascinam no mergulho, por mais que você mergulhe, sempre tem algo novo pra ver, pra sentir, o fundo do mar é cheio de surpresas.

Leia Mais... / Read More...

Mergulhos em Utila – 2º dia, Honduras 2013

Photo by Karla Brunet/ErranteNo segundo dia de mergulhos em Utilia fiz um mergulho noturno, abaixo coloco as informações dos mergulhos. Alguns não gostam de mergulhos noturnos, ficam com medo, eu gosto, mas não troco os do dia pela noite. O grande interesse de mergulhar a noite é a possibilidade de ver um ambiente diferente, aparecem peixes que não estamos acostumados a ver a noite. E, claro que tapar a luz da lanterna na escuridão do mar, somente com a luz da lua e do barco, é uma sensação incrível.

Os mergulhos da manhã foram lindos, muitas formações de corais, pequenos peixes, mais um cavalo marinho charmoso. Todos os dias de mergulho teve seu ‘highlight’, a deste dia foi uma moréia-verde gigantesca que passou por nós. Não resisti e a segui por um bom tempo. Em geral, as moréias ficam nas suas tocas, só com a cabeça para fora, abrindo e fechando a boca cheia de dentes afiados, respirando e esperando a comida passar por elas. Desta vez ela nadava solta no mar...

Leia Mais... / Read More...

Mergulho em Caye Ambergris

kb_bz13_0893_CollageNossos mergulhos em Caye Ambergris foram com a Ecologic Divers, uma das operadoras flutuantes com seu próprio pier. A grande vantagem dos mergulhos em Caye Ambergris é que os pontos são perto, uns 10 ou 20 minutos de lancha rápida. O mar é agitado, mas como a viagem é curta, dá para não enjoar. Logo que subi do mergulho e o barco balançava muito, Charlie, o capitão do barco me entregou uma toalha pequena quente (como as de restaurante japonês) mas com um cheiro mentolado/eucalipto. Uma maravilha, passou a sensação de enjoo na hora. Sou uma mergulhadora experiente, me viro muito bem na água, mas admito, enjoo facilmente. Admito, já vomitei diversas vezes em barco. Mas aqui, como o tratamento vip da operadora, mesmo com o mar agitado, nem me abalei.

Nosso primeiro ponto de mergulho foi Mermaid’s Lair, é um recife que vai de 12-30m de profundidade...

Leia Mais... / Read More...

Grande Buraco Azul – Great Blue Hole

Great_Blue_HoleFoto Wikipedia http://en.wikipedia.org/wiki/File:Great_Blue_Hole.jpg

Photo by Karla Brunet/ErranteUm dos grades motivos de  visitar Belize era conhecer o famoso Great Blue Hole (Grande Buraco Azul). Sempre tive uma fascinação por estes espaços estranhos criados pela natureza e, um círculo gigantesco no meio do mar do Caribe, seduz qualquer um.

Situado no Atol de Recifes Lighthouse, o diâmetro deste grande buraco é de 300m e a profundidade é de 124 metros. O mergulho é para mergulhadores experientes, temos que baixar a 40 metros em poucos minutos para poder aproveitar a paisagem lá embaixo. Se você demora para equalizar e não consegue descer na rapidez necessária, a instrução é voltar, ninguém poderá te esperar pois temos muito pouco tempo de fundo, somente 8 minutos disse nosso divemaster da Frenchie’s Diving, operadora de mergulho com quem fiz o passeio. Ao chegar nos 40 metros de profundidade começamos a ver as formações rochosas, as estalactites e estalagmites como nas cavernas...

Leia Mais... / Read More...

Chapada Diamantina – Roteiro 1

8542668847_ee721a9f89_o

Logo no primeiro dia na Chapada Diamantina resolvi fazer o tour geral pelas redondezas, o Roteiro 1 (Mucugezinho, Poço do Diabo, Gruta da Lapa, Gruta da Pratinha, Gruta Azul, Morro do Pai Inácio), Mel foi nosso guia. A primeira parada foi no Rio Mucugezinho onde fizemos uma pequena trilha para apreciar a paisagem do rio. Logo, seguimos uns 15 minutos até o Poço do Diabo, uma linda cachoeira, lá foi nosso primeiro banho do dia. A água estava fria mas não congelante como eu imaginava estar e, depois da caminhada no sol, era o que precisava. A cachoeira é grande, uma chuveirada de água transparente. Pra ficar embaixo da queda é fácil, mas as pedras escorregam, então, todo cuidado é bom. Quando me aproximei da queda d’água, tinha uma menina sozinha que me perguntou se era perigoso ali embaixo. Disse que não sabia, que ia checar e se não fosse perigoso a levaria comigo...

Leia Mais... / Read More...

Mergulhos em Utila – 1º dia, Honduras 2013

Photo by Karla Brunet/ErranteMinha principal razão para visitar a ilha Utila era o mergulho, tinha investigado na internet que em abril era temporada de tubarão baleia na região. Então, meu destino de férias já estava resolvido.
Os mergulhos fiz com Utila Dive Center. No primeiro dia fomos ao Pinnacle e Ted’s Point (info abaixo), lugares incríveis. Logo no começo do mergulho vimos um naufrágio, adoro barcos, tanto em cima quanto embaixo d’água.

Os corais eram lindos, diferentes formações, tipo flores, árvores, galhos… Não havia uma enorme quantidade de peixes, mas vimos alguns cardumes, cavalo marinho (que não é tão fácil de perceber) e, o mais interessante foi um polvo. Em geral, nos mergulhos quando vejo polvos estão escondidos na toca, em algum buraco. Desta vez, eu estava um pouco distanciada do grupo, já no final do mergulho, fazendo algumas fotos, quando vi que na minha frente passou um  polvo “voando”. Era lindo, nunca tinha visto ao vivo assim, parecia dançar no mar. Valeu meu dia.

1º...

Leia Mais... / Read More...