praia tagged posts

Mallorca

Aproveitei a visita de minha mãe pela Espanha para conhecer Mallorca, fomos por somente quatro dias. Chegamos pela tarde e tomamos um pouco de sol no terraço do hotel. Depois comemos uma deliciosa torta com chá e saímos para caminhar pelo centro histórico.

A cidade de Palma é bonita, tem uma parte antiga muito interessante e avenidas largas com coqueiros. Notamos que estão acostumados com os turistas pois sempre nos tratavam bem nos restaurantes e hotel. São hospitaleiros, diferente de outras partes da Espanha onde parecem estar incomodados pela presença de turistas.

No último dia, tentamos de toda forma fazer um passeio de barco mas não foi possível. Era final da alta temporada e naqueles dias haviam mudado os horários dos barcos. Chegávamos sempre uns minutos depois que o barco tinha partido. Grande parte foi erro da agência de informação turística que nos disse o horário errado...

Leia Mais... / Read More...

Fortaleza


A primeira coisa que fiz em Fortaleza foi passear pela feira de artesanato em Meireles. Começa no final da tarde e, com barraquinhas e turistas, movimenta a noite da praia. Fui para ver redes, camisetas, bonecos, castanhas, cachaças, doces e comi um acarajé com vatapá feito por uma baiana a rigor. Fui caminhando até o Centro Dragão do Mar, um complexo cultural com cinemas, teatro, casa de shows, bares e restaurantes no centro da cidade. O lugar estava lotado, parecia ser das melhores opções para o sábado a noite.

Domingo pela manhã, saí numa caminhada para conhecer as praias. Comecei em Meireles, como era cedo não havia muita gente ainda. Conversei com os vendedores que estavam montando suas barraquinhas. Um vendedor veio conversar comigo porque queria que eu fizesse fotos dele. De Meireles fui, pela orla, até Iracema e centro, onde encontrei com Marcelo que tinha conhecido em Jericoacoara. A idéia era ir até Cumbuco, tinha escutado que a praia era muito bonita...

Leia Mais... / Read More...

Canoa Quebrada


Cheguei em Canoa Quebrada bem cansada, pois havia passado a noite em um ônibus vindo de Jericoacoara e parte da manhã em outro até Canoa. Comi algo na cidade e fui para o hotel colocar biquini, quando não resisti a cama e dormi algumas horas.

Pela tarde, fui a praia, caminhei um pouco e voltei para sentar numa barraca, comer peixe, tomar sucos e entrar no mar. Ali todos pareciam relaxados, uns conversando, outros lendo, dormindo ou tomando banho de sol. Para mim foi maravilhoso, estava cansada, pois fazia dias que caminhava muito e meu joelho sempre doía. Era ótimo descansar um pouco e estar a volta de pessoas descansadas…

Pela noite, caminhei um pouco pela cidade buscando um lugar para jantar. Todos pareciam agradável, o que tornou a escolha difícil. Acabei comendo comida italiana já que na praia tem muitos italianos (turistas e moradores), ou seja, uma grande possibilidade da comida ser boa. Massa com frutos do mar, estava uma delícia...

Leia Mais... / Read More...

Jericoacoara

A chegada em Jericoacoara é divertida, de Jijoca ou Preá se pega um caminhão/jardineira para atravessar as dunas. Chegamos no final da tarde, e como todos tinham me recomendado, fui ver o pôr do sol.

No meu primeiro dia, acordei cedo para caminhar na praia, não havia quase ninguém. Encontrei, por acaso, Marcelo (paulista que tinha conhecido na jardineira) e contratamos um guia, Nilson, para fazer uma caminhada até a pedra furada. No caminho paramos para ver uma piscina em forma de peixe, tomamos banho eu outra piscina no meio das pedras e visitamos cavernas até chegarmos à pedra furada, cartão postal de Jericoacoara. A volta foi pelo topo das dunas para podermos ter uma vista geral da zona e de toda a cidade. Pela tarde, ficamos comendo peixe, tomando sucos, cerveja e banhos de mar.

O segundo dia fiz um tour em 4×4 pelas lagoas da região. Fomos pela praia até Preá, passamos por gente fazendo kite surf e a vila de pescadores...

Leia Mais... / Read More...

Natal

Cheguei em Natal já tarde da noite e agendei um passeio de buggy para o dia seguinte. O passeio no litoral norte fiz com um casal pernambucano que estava viajando em lua de mel, Juliana e Leonardo.

O guia, Jean, levou-nos, primeiramente, às dunas móveis de Genipabu. Era como montanha russa, subíamos e baixamos super rápido nos paredões da dunas. Parecia que a qualquer momento iríamos virar. Aqui eles sempre perguntam se querem o passeio com emoção ou sem. A diferença é que, com emoção, se vai mais rápido e mais alto, ativando a adrenalina. O outro é mais comportado, mas dá um medinho também.

Paramos nas dunas de Genipabu para apreciar a lagoa e a praia. Leonardo aproveitou para dar uma volta num dromedário. Dali fomos em direção norte pela praia, paramos para um banho de mar e seguimos até a lagoa de Pitangui. É uma lagoa de água doce para tirar o sal do mar e descansar um pouco na sombra...

Leia Mais... / Read More...

Palamós – praia e mergulho

palamos
Gostei da experiência de um fim de semana na praia que decidi repetir, desta vez fui a Palamós. Sai de Barcelona em ônibus bem cedo e ao chegar em Palamós fui direto ao centro de mergulho. Arrumamos o equipamento e fomos em barco a “Cuevas de Eden Rock”, um lugar de mergulho com muitas cavernas. Entramos em 3 covas. Para mim o bom é que em todas se podia ver a saída, já que sou claustrofóbica isto é importante. Como me conheço não fiquei muito tempo na caverna, entrei e logo sai do outro lado, realmente lugares apertados me molestam.

Depois do mergulho almocei, fui ao hotel deixar a coisas e fiz minha sesta na praia. Uma delícia, dormir com o ruído do mar. Ao final da tarde caminhei pela praia. Parei para ver um grupo enorme de senhores e senhoras dançando a “sardana” dança típica da Catalunha.

O que me impressiona aqui é o grande número de pessoas mais velhas. A maioria das pessoas que vi tinham mais de 60 anos...

Leia Mais... / Read More...

Bodrum

merg05

Uma das idéias de vir a Turquia era relaxar numa praia com dias lindos de sol. Escolhi Bodrum para fazer isto. Logo na chegada bateu uma saudade das praias brasileiras com areia fina. Aqui a praia era toda com pedras, não muito confortável para deitar no chão.

Aproveitei um dos dias mergulhando. Fazia mais de um ano que não mergulhava e realmente estava precisando. Mergulhar foi ótimo, não pelo que vi mas pelo fato de estar dentro d’água outra vez. Isto me fez muito feliz. Decidi que não posso mais ficar tanto tempo sem mergulhar, tenho que fazê-lo mais frequentemente. Gostei de ver que no barco haviam vários casais turcos. Não era como em alguns países asiáticos que se vai mergulhar e o barco está 100% cheio de turistas estrangeiros. Tive a sensação de que eles também aproveitam seu país.

No dia seguinte, visitei o castelo que fica na beira do mar, dentro está o museu de arqueologia marinha...

Leia Mais... / Read More...