Bodrum

merg05

Uma das idéias de vir a Turquia era relaxar numa praia com dias lindos de sol. Escolhi Bodrum para fazer isto. Logo na chegada bateu uma saudade das praias brasileiras com areia fina. Aqui a praia era toda com pedras, não muito confortável para deitar no chão.

Aproveitei um dos dias mergulhando. Fazia mais de um ano que não mergulhava e realmente estava precisando. Mergulhar foi ótimo, não pelo que vi mas pelo fato de estar dentro d’água outra vez. Isto me fez muito feliz. Decidi que não posso mais ficar tanto tempo sem mergulhar, tenho que fazê-lo mais frequentemente. Gostei de ver que no barco haviam vários casais turcos. Não era como em alguns países asiáticos que se vai mergulhar e o barco está 100% cheio de turistas estrangeiros. Tive a sensação de que eles também aproveitam seu país.

No dia seguinte visitei o castelo que fica na beira do mar, dentro está o museu de arqueologia marinha. Fiquei imaginando o trabalho dos arqueólogos mergulhando e encontrando objetos perdidos há mais de 2000 anos. Deveria ser incrível. Gostaria muito de fazer um trabalho como este, mesmo sem entender nada de arqueologia, aprenderia…

Na praia conheci Tansel, um turco de Istambul que foi passar 10 dias de férias em Bodrum. A praia parece ser um popular lugar de veraneio para os turcos, além dos alemães, é claro. Numa conversa ele reclamou que todos pensam que turco e árabe é a mesma coisa, e explicou-me as diferenças. Eu perguntava coisas como se é verdade que os turcos têm quatro mulheres e também perguntava coisas sobre crenças religiosas. Quase tudo o que eu pensava, ele dizia que eram os árabes e não os turcos… Contei que é comum, nós brasileiros chamarmos de turco a todos do oriente médio. Dizemos que as lojas são de turcos, mesmo que os donos sejam árabes ou sírios. Talvez pela distância e também pela falta de informação para nós turco e árabe é a mesma coisa. Prometi que a partir de agora vou começar a diferenciar.

Apoio:
Scuba Dive
 

One comment to Bodrum

Leave a reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.