Categoria / Category Chapada Diamantina 2013

Marimbus e o Rio Roncador

Já tinha visitado a Chapada Diamantina diversas vezes mas ainda não conhecia o “mini Pantanal” da Chapada, o Marimbus. Então, era vez de conhecer esse paraíso. Já na agência Cirtur avisei que gostaria de remar, não queria ir no barco só olhando, queria sentir o rio com meu corpo. O guia nos pegou em Lençóis e partimos para o rio onde pegaríamos as canoa. No meu barco era somente um casal de turistas e eu.

Logo no local de embarque já pegaram um remo extra para mim. Fomos lentamente remando e apreciando a paisagem. Era realmente um Pantanal na Chapada. Incrível as cores, o verde, o reflexo do céu na água… Em alguns locais, com mata mais fechada, pareciam os Igarapés da amazônia.

Depois de um tempo no rio, paramos para fazer uma pequena trilha até as cachoeiras do Rio Roncador. Relaxante a água fria e as pequenas piscinas que se formam nas rochas. Uma delícia num dia quente de verão. E para terminar o percurso, paramos para um delicioso almoço de comida caseira.

A v...

Leia Mais... / Read More...

Igatu, Poço Azul e Donana

kb_br13_0953 Um dos lugares que não conhecia da Chapada é Xique-Xique do Igatu, um povoado de garimpeiros perto do parque nacional. Já tinha ouvido falar da famosa estrada que leva a Igatu, toda de pedras, construída pelos próprios garimpeiros. E sim, é impressionante. A palavra Iguatu vem do tupi,  “ig” ou “i”, significa água e “catu”, significa bom/boa e xique-xique é o cactos. Nossa primeira parada do dia foi no Poço Azul, outra linda caverna com água totalmente transparente que, pela luz que reflete, parece azul. Para apreciar a magia do lugar é importante fazer snorkel, sentir a água e o eco da caverna. Como era feriado de carnaval, havia uma grande espera para o snorkel, resolvemos, então, seguir nossa rota. Eu já tinha experimentado o mergulho em 2007 quando estive pela primeira vez na Chapada...

Leia Mais... / Read More...

Chapada Diamantina – Roteiro 1

8542668847_ee721a9f89_o

Logo no primeiro dia na Chapada Diamantina resolvi fazer o tour geral pelas redondezas, o Roteiro 1 (Mucugezinho, Poço do Diabo, Gruta da Lapa, Gruta da Pratinha, Gruta Azul, Morro do Pai Inácio), Mel foi nosso guia. A primeira parada foi no Rio Mucugezinho onde fizemos uma pequena trilha para apreciar a paisagem do rio. Logo, seguimos uns 15 minutos até o Poço do Diabo, uma linda cachoeira, lá foi nosso primeiro banho do dia. A água estava fria mas não congelante como eu imaginava estar e, depois da caminhada no sol, era o que precisava. A cachoeira é grande, uma chuveirada de água transparente. Pra ficar embaixo da queda é fácil, mas as pedras escorregam, então, todo cuidado é bom. Quando me aproximei da queda d’água, tinha uma menina sozinha que me perguntou se era perigoso ali embaixo. Disse que não sabia, que ia checar e se não fosse perigoso a levaria comigo...

Leia Mais... / Read More...

Mel – Guia na Chapada Diamantina

Mel foi o guia do Roteiro 1 e no tour a Igatu na Chapada Diamantina (2013). Filho de garimpeiros, Mel nasceu e cresceu na Chapada e, nas horas vagas, ainda garimpa com seus amigos.

Leia Mais... / Read More...

Dairone – Guia do passeio por Marimbus

kb_br13_0989

Com Dairone, nosso guia do passeio por Marimbus.

Dairone nasceu e cresceu na Chapada Diamantina e é um apaixonado por aventura e natureza. Durante o passeio, nos contou um pouco de suas aventuras pela região fazendo motocross e bicicross .

Leia Mais... / Read More...

Chapada Diamantina

Fotos Arquivo Karla BrunetA Chapada da Diamantina é um dos grandes destinos de turismo ecológico no Brasil, me lembra um pouco Bonito (MS) ou Brotas (SP), talvez pelas cachoeiras.  Em termos de turismo ecológico acho que Brasil não perde para país nenhum, em geral, lugares como estes são organizados, as pousadas decentes, as pessoas amáveis e os passeios bem estruturados. Tenho orgulho destes nossos lugares de turismo ecológico, não são tão bagunçados como na Bolívia (Pampas) ou Equador (Rio Bamba) mas também não são ultra organizados que parecem Disneylândia como na Austrália. E o mais importante, existe sempre, nem que aparente, uma preocupação ecológica em preservar o lugar.

Esta não é minha primeira vez na Chapada Diamantina e nem será a última. A primeira vez foi em 2007 que fiz uma viagem ao Capão com o grupo do Yoga e, na volta, parei em Lençóis e fiquei uns dias a mais conhecendo a região. Depois, retornei a Chapada algumas outras vezes...

Leia Mais... / Read More...

Sérgio – Guia da Gruta da Lapa Doce

Sérgio foi nosso guia da visita a  Gruta da Lapa Doce, Chapada Diamantina 2013.

Leia Mais... / Read More...