bicicleta tagged posts

Bicicletas públicas

Adoro cidades com bicicletas públicas, aqui em Melbourne, no meu primeiro dia já experimentei as do Melbourne Bike Share. Elas estão por todo lado no centro da cidade. O lado negativo é que, por lei, é obrigatório o uso de capacete mas ao menos isto eles vendem baratos em máquinas (tipo as de refrigerante e guloseimas)  e nos 7 Eleven (que aqui estão por toda parte, muito mais que nos EUA).

Leia Mais... / Read More...

Pedalada

Dei uma pedalada por Cairns e terminei o dia na piscina / Lagoon.

Leia Mais... / Read More...

Viagens pela Espanha

Fotor0330221037

Veja os posts da viagem pela pela Espanha – Ilhas Baleares em 2004 e 2006

  • Mallorca (2004)
  • Menorca (2006 – em breve)

Veja os posts da viagem pela pela Espanha – Catalunha em 2003


View Viagens Errante / Errante’s Travels in a larger map

Leia Mais... / Read More...

Saída em bicicleta Terra Alta: Nonaspe – Arnes – Tortosa


Na sexta-feira, fomos de trem de Barcelona até Nonaspe onde uma parte de grupo ficou acampando. Como não tinha barraca segui com mais duas amigas para dormir em Caspe (Aragon) e pegamos o primeiro trem a Nonaspe sábado pela manhã.

Nos juntamos ao grupo na estação de trem de Nonaspe onde começamos o passeio organizado por Albert (Gata e amics de la bici). Seguimos até Batea onde paramos para conhecer o povoado, as pequenas ruas, a igreja… Aproveitamos para uma pequena merenda antes do almoço. Continuamos o passeio até Caseres. Paramos algumas vezes, para arrumar a correia da bicicleta de uma companheira. Depois para olhar o mapa, estávamos um pouco perdidos. Como havia muita subida meu joelho começou a doer um pouco. Já havia doído no final do último passeio.

Assim que chegamos em Caseres, começou a chover, fizemos então um longo almoço com vinho e um café antes de partir. O caminho era bonito, com árvores frutíferas, muitas amendoeiras...

Leia Mais... / Read More...

Saída em bicicleta Cervera – Bellpuig – Lleida


Saímos de Barcelona pela manhã em uma viagem de trem de duas horas até Cervera onde encontramos com outras pessoas do grupo e Lluis que organizava o passeio. Começamos conhecendo a pequena cidade, um interessante centro histórico com ruas estreitas.  O que mais gostei foi a ruas das bruxas, que tem túneis pelas casas.

De Cervera seguimos a Bellpuig pela parte catalana do antigo caminho de Sant Jaume de Montserrat a Santiago. Foi uma viagem agradável pois todo o trajeto era plano e podia-se ir tranquilamente apreciando a paisagem. Passamos por alguns povoados e paramos para fazer piquenique ao lado de uns canais de irrigação. Era bonito pois pareciam pequenos rios.

Em Bellpuig, dormimos num albergue do município (bem limpo e organizado). Na janta foi a vez de eu provar os caracóis, comida típica desta região. A sensação é horrível, com um palito ter que tirar o bicho nojento de dentro da carcaça e comer...

Leia Mais... / Read More...

Saída de bicicleta de Barcelona Ripoll – Olot – Girona


Decidi fazer um passeio de bicicleta organizado por Carles dos Amics de la bici. Saímos de Barcelona pela manhã de sábado. Tomamos o trem até Ripoll, onde começamos o passeio. Na chegada, na estação estava Albert nos esperando com panos brancos para fazermos uma bandeira pela paz. Fizemos as bandeiras e colocamos na bicicleta.

O caminho de bicicleta foi construído em uma antiga trilha de trem. Depois de uns 10 km paramos em uma antiga estação de trem em Sant Joan de les Abadesses para juntar o grupo. Entramos na cidade para conhecer o centro histórico e comer coca (como um pão doce típico daqui). Alguns quilômetros mais e era hora do almoço. Piquenique na grama. Uma delícia!

Seguimos em direção a Olot parando algumas vezes para juntar o grupo. O começo foi de subida, depois muitos quilômetros de descida e plano, sem muito esforço, só observar a paisagem. Na chegada em Olot, visitamos a área de um antigo vulcão. Podia-se ver as pedras vulcânicas ao redor.

Deixa...

Leia Mais... / Read More...

Viena e arredores

viena
Decidi ir a Viena para visitar uma prima, Lúcia, que está fazendo pós-doutorado. Na chegada, ela me sugeriu o passeio do dia seguinte, ir em bicicleta pelos pequenos povoados perto de Viena. Parecia que tinha lido meus pensamentos, estava cansada de cidade, de gente, de monumentos, de museus, seria maravilhoso passar um dia andando de bicicleta perto da natureza.

De Viena pegamos um trem até Tulln onde encontramos com suas colegas de trabalho e pegamos as bicicletas. De lá fomos em trem até Melk. Pedalamos até Spitz onde paramos para almoçar. Depois seguimos a Krems, passamos por pequenas vilas, por vinheiros, por árvores de maçã, ameixa, damasco… No caminho paramos em Dürstein para apreciar a paisagem. Terminamos o passeio em Hadersdorf, num Heuriger, onde tomamos um vinho local. Foi incrível ver como eles estão preparados para ciclismo. Há estradas de bicicleta por toda Áustria...

Leia Mais... / Read More...

Viagem pela Bolívia 2001

Bolivia

Veja os posts da viagem pela Bolívia


View Viagens Errante / Errante’s Travels in a larger map

Leia Mais... / Read More...

San Pedro Atacama

Nesta pequena cidade de San Pedro Atacama parece que é domingo todo o dia. Cedo de manhã, não se vê quase ninguém na rua, todos estão acordando calmamente. A eletricidade é somente durante o dia, começa às 8h da manhã e vai até à 1h da madrugada. Nos domingos e feriados começa às 10h da manhã. Nos meus primeiros dois dias na cidade, não havia luz nenhuma hora do dia, pois o gerador estava estragado.

Um ponto interessante na cidade é o vulcão Licancabur, de quase todo lugar se pode avistá-lo. Para mim funcionava como um imã, não importa onde eu estava, ficava sempre buscando por ele no meu olhar da paisagem.

Visitei Pukara de Quitor, a uns 3km da cidade. Pude ir a pé para conhecer. É uma ruína, acredita-se que um forte, construído no morro. No dia seguinte, aluguei uma bicicleta para ir até as ruínas de Tulor, a uns 11km da cidade. O caminho já foi uma parte interessante do passeio. Fui por uma pequena estrada de terra...

Leia Mais... / Read More...

Bicicleta até Coroico

Já tinha visto na televisão, bem como encontrado com pessoas que fizeram o passeio. Então, resolvi fazer um tour de bicicleta na estrada considerada “a mais perigosa do mundo”, de La Paz até Coroico.

Saímos de La Paz 8:30h da manhã. Fomos de van até um lugar chamado La Cumbre (topo da montanha). Lá pegamos a bicicleta e começamos a “baixar”. Os primeiros quilômetros eram asfaltados e a estrada não muito movimentada, podíamos alcançar grandes velocidades. Alguns dizem que 70 Km por hora, com certeza eu não era um destes…

Paramos para apreciar a paisagem e comer um chocolate, afinal estava muito frio. Em La Cumbre estava nevando e, com o vento frio da velocidade, a sensação era congelante. Subimos um pouco até chegar ao fim do asfalto. Depois, segue um trecho de estrada de chão e muitos tratores e caminhões trabalhando. Um pouco mais adiante, há um “y”, o esquerdo leva a estrada nova que está em construção e o direito, por onde fomos, é a parte mais perigosa...

Leia Mais... / Read More...